O Último Destino mantém liderança nas bilheterias dos EUA - Brasil - iG" /

O Último Destino mantém liderança nas bilheterias dos EUA

LOS ANGELES (Reuters) - Filme mais visto nos cinemas dos Estados Unidos na semana passada, O Último Destino manteve a liderança pela segunda semana apesar da concorrência da mais recente comédia romântica de Sandra Bullock, de acordo com estimativas dos estúdios divulgadas neste domingo. O Último Destino, quarto filme da série de terror sobre acontecimentos desastrosos, embolsou 12,4 milhões de dólares desde sexta-feira. Somando os últimos 10 dias, o produto da Warner Bros lucrou 47,6 milhões de dólares, também em razão dos ingressos mais caros para as exibições em 3D.

Reuters |

"Tudo sobre Steve," com Bullock no papel de uma especialista em palavras cruzadas, veio na segunda posição, com 11,2 milhões de dólares, o melhor desempenho entre três fracos estreantes da semana. O desempenho é consideravelmente pior que o lançamento de 33,6 milhões de dólares de "A Proposta," em junho.

A outra estrela de "Tudo sobre Steve," Bradley Cooper, foi ainda melhor naquele mês, com os 45 milhões de dólares de "A Ressaca."

Mas o novo filme foi exibido em 2.251 salas, cerca de 900 a menos que "A Proposta," "O Último Destino" ou "A Ressaca." Ele também foi lançado em um momento - últimos dias do verão no Hemisfério Norte - no qual os estúdios estão tirando de cartaz os filmes abaixo da expectativa para trazer candidatos a prêmios da temporada.

"Estamos empolgados com o número," disse um funcionário da 20th Century Fox. Bullock também produziu o filme, cujo público era composto de dois terços de mulheres, segundo a Fox.

"Bastardos Inglórios" caiu para o número 3, com 10,8 milhões de dólares. Em três semanas, o filme de Quentin Tarantino sobre a Segunda Guerra Mundial ganhou 91 milhões de dólares. Ele precisa de mais 17 milhões de dólares para se tornar seu maior êxito comercial na América do Norte, título que pertence a "Pulp Fiction" (108 milhões de dólares), de 1994.

No exterior, o novo filme rendeu 83 milhões de dólares em entradas e já está como maior sucesso de bilheteria de Tarantino em oito mercados, incluindo Alemanha, Rússia e Turquia.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG