Não tenho modelo concorrencial eleitoral , diz Serra - Brasil - iG" /

Não tenho modelo concorrencial eleitoral , diz Serra

SÃO PAULO (Reuters) - O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), evitou nesta quinta-feira, após trocar farpas com a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) na véspera, ampliar a disputa com sua potencial concorrente na eleição presidencial de 2010. Não estou com nenhum modelo concorrencial eleitoral na cabeça, disse Serra a jornalistas.

Reuters |

Ele participou da entrega de apartamentos construídos pela companhia do governo do Estado para 240 famílias na Vila Curuçá, zona leste da capital.

No discurso, disse que a ideia do governo federal de entregar as chaves de novas moradias populares às mulheres já é praticada em São Paulo desde 1996, e foi implantada pelo governador Mario Covas.

"A entrega da propriedade para a mulher é porque ela tem mais estabilidade, tem mais juízo que os homens. Agora o governo federal anunciou que vai fazer isso. Eu acho ótimo, não tem nenhuma concorrência", afirmou.

Questionado se o governo Lula estaria se inspirando em São Paulo, negou. "Acho que experiências de governo existem em todo o lado. Não tenho a pretensão de dizer que estão concorrendo."

No programa habitacional a ser lançado pelo governo federal, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva prevê a construção de 1 milhão de casas, a preços subsidiados, com entrega das chaves prioritariamente às mulheres.

Detalhes do programa fizeram parte do discurso da ministra Dilma em debate sobre a crise financeira global realizado em São Bernardo do Campo (SP) na quarta-feira, quando ela criticou a gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, da qual Serra foi ministro.

Em sua fala no evento, o governador preferiu atacar a condução da crise pelo governo Lula, com a demora em reduzir a taxa básica de juros.

(Reportagem de Carmen Munari)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG