Lei seca reduz em 14,5% mortes nas estradas federais em julho - Brasil - iG" /

Lei seca reduz em 14,5% mortes nas estradas federais em julho

BRASÍLIA ¿ A Policia Rodoviária Federal (PRF) divulgou, nesta sexta-feira, que a lei seca reduziu em 14,5% as mortes nas rodovias federais em julho relação ao mesmo mês em 2007. De acordo com a PRF, a boa notícia deve-se não só à intensa fiscalização no período de férias escolares, mas também ao receio e debates provocados na sociedade pela divulgação da lei.

Rodrigo Ledo ¿ Último Segundo/Santafé Idéias |

Em julho do ano passado, foram registradas 620 mortes em 10.531 acidentes, enquanto no mesmo mês deste ano houve 530 mortes em 10.500 acidentes.

Segundo o assessor nacional de comunicação da PRF, Alexandre Castilho, embora o número de acidentes tenha se mantido praticamente estável, o fato de os motoristas não terem usado álcool reduziu a gravidade das ocorrências.

O número de acidentes se manteve estável. A lei seca diminuiu a quantidade de acidentes fatais e muito graves. Ela foi fundamental em dois aspectos: diretamente, porque o motorista diminuiu a quantidade de bebida ao volante e, indiretamente, porque provocou uma discussão muito saudável na sociedade, analisou Castilho.

Estados

A Polícia Rodoviária Federal comemorou estatísticas ainda mais positivas nos Estados com maior população e tráfego de veículos, como no Rio de Janeiro (diminuição de 30% nas mortes), Pernambuco (27% a menos), Minas Gerais (22%) e São Paulo (21%). O motivo, explicou Alexandre Castilho, é a soma de esforços da PRF com as polícias estaduais.

Castilho acrescentou que 288 prisões de motoristas alcoolizados foram efetuadas entre 1º a 30 de julho, além de 560 autuações (multas). Todos os condutores presos são encaminhados à delegacia mais próxima do local do incidente. Nossa percepção é de que ninguém está dormindo na cadeia por estar bêbado. A pessoa paga fiança e sai. Só fica preso quando o acidente tem vítima, explicou Castilho.

Para se ter uma idéia do avanço conseguido com a "lei seca", o número de 530 mortes nas estradas federais em julho foi inferior ao total dos últimos quatro anos e superior somente a 2003, quando houve 472 mortes.

Leia também:

Leia mais sobre: Lei Seca

    Leia tudo sobre: prf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG