Estou pronta para o que der e vier , diz Dilma após conclusão de tratamento - Brasil - iG" /

Estou pronta para o que der e vier , diz Dilma após conclusão de tratamento

BRASÍLIA ¿ Horas depois de ver o hospital Sírio-Libanês anunciar o fim de seu tratamento contra o câncer linfático, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, afirmou estar pronta ¿para o que der e vier¿ quando questionada a respeito de sua candidatura à Presidência.

Christian Baines, repórter em Brasília |

AE
Ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, durante cerimônia de posse do novo ministro de Relações Institucionais
Ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, durante cerimônia de posse
do novo ministro de Relações Institucionais Alexandre Padilha

A ministra ainda evitou confirmar que será a candidata do governo para as eleições do ano que vem. Ela tem dito recorrentemente que apenas será a pré-candidata do PT, após a convenção partidária da sigla. Dilma destacou, no entanto, que está pronta para enfrentar qualquer desafio.

Estou pronta para o que der e vier, não sei para quê, mas é para o que der e vier. (...) O que aparecer na minha vida, eu acho que vou encarar, afirmou na saída de solenidade de posse do novo ministro das Relações Institucionais, José Múcio.

Dilma destacou que se sente muito disposta agora que está liberada para retomar sua rotina, mas lembrou que continuou realizando muitas de suas tarefas de ministra mesmo durante o tratamento.

Estou muito feliz hoje, até porque a sensação que eu tenho é depois de acabar o tratamento é de muita energia. (...) Os médicos disseram que eu estou completamente liberada. Não que eu não tenha, cá entre nós, trabalhado durante grande parte do meu tratamento.

A ministra também sinalizou que deve aproveitar a experiência de seu câncer para defender novas políticas no setor de saúde. Eu acho que essa questão de tratamento do câncer no Brasil é uma questão que eu terei, a partir de agora, o máximo interesse enquanto questão de saúde pública. Inclusive, estou muito preocupada com a cobertura quimioterápica para todas as pessoas que tratam da doença.

Ela ainda citou o exemplo do vice-presidente, José Alencar, como grande exemplo de superação. Eu tenho um exemplo de uma pessoa excepcional, que hoje estava aqui na cerimônia, que é o José Alencar. Acho que ele deu um exemplo a todos nós de coragem, de determinação, de força no combate a dor e a doença. Eu e o José Alencar temos contato com a solidariedade inequívoca da população. (...) Fui uma pessoa abençoada nesse aspecto, ter ele como grande companheiro, disse.

O hospital Sírio-Libanês divulgou um comunicado na manhã de hoje informando que Dilma Rousseff já não tem mais sinais do câncer linfático. Segundo a nota, o tratamento atingiu o resultado esperado e a ministra encontra-se livre de qualquer evidência de linfoma, com estado geral de saúde excelente, podendo retornar a sua rotina normal.

Leia mais sobre: Dilma Rousseff

    Leia tudo sobre: câncerdilma rousseffministra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG