O filme Chico Xavier bateu o recorde de bilheteria em um final de semana da história recente do cinema brasileiro. O longa foi visto por cerca de 590 mil pessoas entre sexta-feira e domingo, ultrapassando os números registrados por Se Eu Fosse Você 2, que tinha 570 mil espectadores no período. O filme estreou na última sexta, data em que o médium morto em 2002 completaria 100 anos.

Divulgação
Nelson Xavier (esquerda), como Chico Xavier

"Ninguém trabalha esperando uma quebra de recorde. Estávamos confiantes num resultado positivo, mas algo desse tamanho foi uma surpresa", explica Bruno Wainer, da Downtown Filmes, distribuidora do longa. Ele ainda não arrisca, no entanto, nenhum prognóstico sobre a bilheteria total do filme. "Podemos fazer uma projeção a partir da segunda ou da terceira semana. Vamos esperar também pela primeira quarta-feira em cartaz, dia em que os ingressos são mais baratos na maior parte das cidades", diz.

Segundo ele, um dos fatores determinantes para o sucesso do filme é a propaganda boca a boca. E as primeiras informações nesse sentido, revela, são positivos. "Temos vários relatos de aplausos ao final de sessões. Os depoimentos que recebemos através do site oficial do filme também são bem animadores", afirma. "Chico Xavier" teve um lançamento de grandes proporções: 340 cópias em 377 telas. O orçamento foi de R$ 12 milhões.

O recorde anterior, os 570 mil espectadores de "Se eu Fosse Você 2", foi dirigido por Daniel Filho, o mesmo nome que está por trás das câmeras de "Chico Xavier". Isso, na opinião de Wainer, é um dos três fatores determinantes do sucesso do longa (os outros dois seriam o carisma do próprio Chico Xavier e o interesse do brasileiro pelo tema sobrenatural). "Um tema tão popular não poderia estar em mãos mais adequadas", avalia.

"Chico Xavier" acompanha a vida do médium desde a infância em Pedro Leopoldo, na região metropolitana de Belo Horizonte, até a idade adulta (quando é vivido por Ângelo Antônio) e velhice (interpretado por Nelson Xavier). O roteiro, de Marcos Bernstein, foi baseado no livro "As Vidas de Chico Xavier", do jornalista Marcel Souto Maior. Publicado em 1994, é a mais completa biografia do médium mineiro.

Assista ao trailer de "Chico Xavier, o Filme":

Leia mais sobre o mercado cultural espírita:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.