Arquivo X pode ter influenciado onda de óvnis - Brasil - iG" /

Arquivo X pode ter influenciado onda de óvnis

LONDRES ¿ Uma série de relatos sobre objetos voadores não identificados na Grã-Bretanha, em 1996, pode ter tido mais a ver com a popularidade de programas como Arquivo X do que com uma atividade extraterrestre, segundo documentos divulgados na segunda-feira pelos Arquivos Nacionais.

Reuters |

Os documentos elaborados pelo Ministério da Defesa britânico apontaram 609 relatos sobre óvnis em 1996, muito mais que os 117 do ano anterior. Isso coincidiu com a popularização do seriado "Arquivo X" e com o lançamento do filme "Independence Day," que tratava de alienígenas.

Os arquivos, que abrangem 15 anos e contêm mais de 4.000 páginas, mostram que a maioria dos casos de visualização de óvnis tinha explicações banais, como o brilho de estrelas, planetas, meteoros, satélites artificiais e balões.

Em um incidente, em 1995, dois homens no condado de Staffordshire contaram à polícia que um ET com cabeça em formato de limão surgiu de um óvni flutuante e lhes disse em inglês: "Queremos vocês, venham conosco."

Outro caso dizia respeito a dezenas de aparições de um objeto oval, muito brilhante, em 1993 e 94 em Londres. Posteriormente, descobriu-se que se tratava de um dirigível que anunciava o lançamento de um carro da Ford.

Cerca de 10 por cento dos casos, porém, continuaram sem explicação. Nesses casos, o Ministério da Defesa disse que havia "informação insuficiente," e que por isso os relatos continuavam sendo recolhidos.

Os arquivos também trazem novos detalhes sobre o incidente mais conhecido do país com óvnis, na floresta Rendlesham, em dezembro de 1980. Na época, militares da Força Aérea dos EUA disseram ter visto uma série de luzes misteriosas.

O governo britânico da época rejeitou sumariamente o caso, mas uma carta de um ex-chefe do Estado-Maior, em 1985, alertou contra tantas certezas.

"O caso tem características intrigantes e inquietantes, que nunca foram satisfatoriamente explicadas (...) e que continuam a preocupar setores informados da opinião pública," dizia a carta. Os arquivos, em inglês, podem ser consultados aqui .

(Reportagem de Farah Master)

    Leia tudo sobre: televisão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG