A área ambiental está sendo muito agredida , afirma Minc - Brasil - iG" /

A área ambiental está sendo muito agredida , afirma Minc

BRASÍLIA ¿ O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, desabafou nesta quinta-feira para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o informou que a área ambiental estava sendo muito ¿agredida¿ pelo parlamento. As reclamações foram feitas durante uma reunião nesta manhã no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

Carollina Andrade, repórter em Brasília |

Segundo informou o ministro para o presidente, alguns acordos feitos com outros ministros em relação à área ambiental não estão sendo cumpridos e muitas vezes alterados no Congresso Nacional. Uma série de questões estavam tirando a sustentabilidade ambiental e política do ministério. Vários ministros combinavam uma coisa aqui e depois iam lá no Parlamento, cada um com a sua machadinha, patrocinar emendas que esquartejavam a legislação ambiental, destacou o ministro.

Minc ressaltou ainda que o ministério concedia várias licenças ambientais para obras importantes do governo, mas não estavam sendo compensados ambientalmente. A compensação ambiental diminuiu. Nós achávamos que não estava tendo tratamento harmônico, a gente tava licenciando muita coisa, obras importantes".

Como exemplo, o ministro citou as obras das hidrelétricas de Belo Monte e Jirau. As audiências de Belo Monte estão marcadas, de Jirau está praticamente resolvido, e eu estou achando que não está havendo uma correspondência em tratamento mais solidário, mais generoso com a área ambiental, acrescentou.

O ministro informou também ao presidente que estava sendo ofendido por alguns parlamentares. Entretanto, ressaltou que não irá retribuir as críticas que vem sofrendo constantemente. Se xingou ou não xingou, não quero discutir politicamente, destacou. Ontem, o líder do DEM na Câmara, Ronaldo Caiado (GO), criticou as declarações de Minc a respeito da bancada ruralista do Congresso. Caiado acusou o ministro de desqualificado moral.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de deixar o cargo por causa de tamanha insatisfação, o ministro negou que irá sair. Eu não condicionei a permanência no governo a absolutamente nada.

Leia mais sobre: Minc

    Leia tudo sobre: carlos minc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG