Queda de obra na zona sul complica trânsito em SP

O trânsito estava bastante carregado na manhã desta terça-feira em São Paulo por conta do excesso de veículos e dos problemas provocados pela queda de parte das obras do Expresso Tiradentes, o antigo Fura-Fila, sobre o Viaduto Grande São Paulo, na zona sul da capital paulista. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), os piores trechos da manhã estavam na Marginal do Pinheiros e na Avenida Radial Leste.

Agência Estado |

Na Marginal, os motoristas encontravam morosidade no sentido Santo Amaro/Jaguaré, pista expressa, desde a Ponte João Dias até a Ponte Cidade Jardim, num total de 7,8 quilômetros congestionados. Na Radial Leste, o congestionamento seguia no sentido bairro-centro, entre o Viaduto Pires do Rio e a Rua Wandenkolk, num total de 4,7 quilômetros.

A CET manteve a recomendação aos motoristas de evitar a região do Viaduto Grande São Paulo, pois não há nenhuma previsão de liberação das pistas, que estão totalmente interditadas desde a madrugada, nos dois sentidos, em razão da queda de parte das obras de ampliação do Expresso Tiradentes. Embora tenham sido montados bloqueios e desvios, o tráfego está praticamente parado na área.

Para os veículos que trafegavam pela Avenida Luís Ignácio de Anhaia Mello, sentido Centro, a CET recomendava como alternativa seguir à direita pela Rua Maria Daffré, à esquerda na Rua Capitão Pacheco e Chaves, à direita na Avenida do Estado, retornando ao trajeto original. Já os veículos que trafegavam no sentido bairro deveriam seguir à direita pela Rua 1822, à esquerda na Rua Dom Lucas Obes, à direita no Viaduto Pacheco e Chaves e à direita na Rua Dianópolis, retornando ao caminho original.

    Leia tudo sobre: transitotrânsito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG