Onze órgãos públicos deflagraram hoje uma operação para combater a extração ilegal de calcários e dolomitos - minérios utilizados como matéria-prima pela indústria produtora de cimento, cal e corretivos do solo - no município de Pains, na região centro-oeste de Minas, a 217 quilômetros de Belo Horizonte. Ao todo, 32 empresas mineradoras estavam na mira da Operação Pá de Cal.

Conforme balanço parcial divulgado no início da tarde pelo Ministério Público Estadual (MPE), quatro pessoas foram presas em flagrante, outras quatro foram notificadas e foram apreendidos seis compressores, um caminhão carregador de calcário e material explosivo.

De acordo com o Ministério Público Federal, Pains detém uma das maiores reservas de calcário e dolomita do País, conhecida como Província Cárstica de Arcos e Pains. A região é rica em sítios arqueológicos e espeleológicos, distribuídos em mais de 800 cavernas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.