Quatro são denunciados por negociar terra pública no MS

O Ministério Público Federal (MPF) em Corumbá, no Mato Grosso do Sul, denunciou hoje quatro pessoas por intermediar a negociação de terras da União no Estado. As terras públicas da União, algumas às margens do Rio Paraguai, em área de preservação que não pode ser ocupada, eram comercializadas por preços que variavam de R$ 1,2 mil a R$ 30 mil.

Agência Estado |

Segundo o MPF, a quadrilha é supostamente liderada por uma servidora pública federal, da Secretaria do Patrimônio da União (SPU) em Mato Grosso do Sul, e teria atuado de 2002 a 2008 na região da estrada Codrasa, em Ladário, e em Albuquerque, em Corumbá.

Os suspeitos foram denunciados pelos crimes de falsa identidade, concussão, corrupção passiva, usurpação de função pública, coação no curso do processo, formação de quadrilha e crimes ambientais. Vinte e uma testemunhas serão ouvidas pela acusação no decorrer do processo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG