Quatro milhões farão provas no segundo dia do Enem

Cerca de quatro milhões de estudantes devem fazer hoje a partir das 13h as provas de matemática, linguagens e redação no segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em todo o País. Os alunos terão cinco horas e meia para resolver as questões.

Agência Estado |

Ontem, de acordo com informações do Ministério da Educação (MEC), o clima foi de "absoluta tranquilidade", apenas com ocorrências comuns relacionadas a pessoas que chegaram atrasadas para fazer as provas de ciências da natureza (biologia, química e física) e ciências humanas (geografia e história). Para evitar problemas, o MEC recomenda que se chegue aos locais das provas com uma hora de antecedência, de posse do cartão de inscrição.

O Enem está sendo realizado em cerca de 1,8 mil municípios de todo o País. O MEC suspendeu as provas nas cidades de Brejatuba e Itatiba, no Espírito Santo, onde os alunos foram prejudicados pelas enchentes que atingem o Estado. Eles poderão fazer o exame nos dias 5 e 6 de janeiro, mesma data em que as provas serão aplicadas aos presidiários.

Segundo o Ministério da Educação, 25 universidades vão utilizar o Enem como fase única para seleção de alunos, sete como 1.ª fase e outras sete como parte do processo seletivo. Inicialmente marcado para os dias 3 e 4 de outubro, o Enem foi adiado depois do vazamento do conteúdo das provas na gráfica em que os cadernos estavam sendo impressos. Após o escândalo, a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), entre outras instituições, desistiram de utilizar o Enem como parte de seu processo seletivo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG