Quatro ficam feridos em deslizamento na zona sul de SP

Três mulheres e uma criança de 7 meses ficaram feridas após o deslizamento de um barranco na região de Grajaú, zona sul de São Paulo. A terra atingiu uma casa no Jardim Marilda na manhã de hoje.

Agência Estado |

As vítimas foram removidas para o Pronto-Socorro (PS) Balneário São José com ferimentos leves e passam bem. Com nove mortes registradas ontem na Grande São Paulo, subiu para 59 o número de vítimas em razão dos temporais que assolam o Estado desde o dia 1º de dezembro do ano passado.

Duas pessoas que foram resgatadas ontem de um deslizamento na mesma região continuam internadas no Hospital Geral de Grajaú: uma criança de 3 meses que está no PS infantil, que passa bem e fará exames de rotina hoje, e uma menina de 10 anos, que teve ferimentos no braço e também passará por exames hoje. Uma mulher de 29 anos, que também estava internada, já recebeu alta.

O número de municípios paulistas em situação de emergência está em 26. De acordo a Defesa Civil estadual, além dos mortos, 43 pessoas ficaram feridas em todo o Estado. Mais de 17.300 estão desalojadas - as que podem contar com ajuda de vizinhos e familiares - e 3.750 estão desabrigados - as que perderam tudo e precisam dos abrigos públicos.

Ainda segundo o órgão, os temporais já afetaram 124 cidades, duas delas estão em situação de calamidade pública: Cunha e São Luiz do Paraitinga. Já os municípios em situação de emergência são Atibaia, Bofete, Bom Jesus dos Perdões, Caieiras, Caiuá, Capivari, Chavantes, Franco da Rocha, Getulina, Guararema, Inúbia Paulista, Lucélia, Lourdes, Manduri, Mineiros do Tietê, Mirassol, Osasco, Oscar Bressane, Pardinho, Pracinha, Presidente Venceslau, São José do Rio Preto, São Lourenço da Serra, Santo André, Santo Antônio do Pinhal, Sumaré.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG