Quarto Policial Militar é assassinado em menos de 12 horas no Rio de Janeiro

Um quarto policial militar morreu em menos de 12 horas no Rio de Janeiro, segundo informações da assessoria da Polícia Militar. O soldado Marlon Rodrigues Faria estava dentro de uma farmácia em Rio das Ostras quando dois homens chegaram em uma moto e anunciaram o assalto, durante a madrugada.

Agência Estado |

Ele reagiu e durante o tiroteio recebeu um tiro no pescoço. O policial foi socorrido e levado para o pronto-socorro da cidade, mas não resistiu ao ferimento.

Entre as 22 horas de quinta e a manhã desta sexta-feira, outros três policiais militares foram mortos. Um deles, o cabo Carlos Renato Geraldo da Silva, foi encontrado morto na Estrada da Posse, em Campo Grande. Já o sargento Francisco José Barreto foi abordado por volta das 23 horas, por dois homens na Estrada do Barro vermelho, na zona norte da cidade.

Os suspeitos, ao perceberem se tratar de um policial, atiraram contra o sargento, que morreu no local. Os bandidos roubaram a moto do PM e uma pistola.

Em outra ocorrência, nesta madrugada, três homens invadiram um Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO), em Cachoeiras de Macacu, na região das Baixadas Litorâneas, disparando contra os dois policiais que estavam no local. Ambos ficaram feridos e o sargento Yolando Flávio da Silva, de 40 anos, faleceu. O cabo Róbson da Silva Reis, de 35 anos, foi levado para o pronto-socorro de Itaboraí.

Leia mais sobre polícia

    Leia tudo sobre: polícia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG