Quarta-feira é último dia para entrega dos argumentos da defesa de Dantas

SÃO PAULO - O juiz Fausto De Sanctis recebe nesta quarta-feira as alegações finais do processo em que Daniel Dantas, Hugo Chicaroni e Humberto José da Rocha Braz respondem pelo crime de corrupção ativa. Ou seja, esta quarta é o último dia para a entrega da documentação com os argumentos da defesa do banqueiro Daniel Dantas e dos outros acusados. A sessão acontece às 10h e os réus foram intimados a comparecer.

Redação |

Acordo Ortográfico Os acusados são investigados pela operação Satiagraha da Polícia Federal (PF), que foi desencadeada no dia 8 de julho, com cerca de 300 policiais cumprindo 24 mandados de prisão e 56 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Salvador.

Segundo a PF, o esquema de desvio de recursos públicos para o mercado financeiro foi montado pelo publicitário Marcos Valério, réu do caso do mensalão, e seria comandado por Daniel Dantas.

O delegado que comandava a operação, Protógenes Queiroz, foi afastado da Satiagraha devido a suspeitas de que ele havia autorizado o uso de escutas telefônicas sem autorização judicial. Nesta terça-feira, o diretor geral da PF, Luiz fernando Corrêa, disse que Queiroz não voltará às investigações.

A defesa de Daniel Dantas havia pedido o afastamento do juiz Fausto De Sanctis, dizendo que ele agiu de forma parcial durante o processo. O pedido foi negado pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região nesta segunda-feira e De Sanctis continua no caso. O juiz entrou em conflito com decisões do presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, que mandou soltar Dantas quando aconteceram suas prisões.

O nome escolhido para a operação, Satiagraha, significa resistência pacífica e silenciosa.

Leia mais sobre: Operação Satiagraha

    Leia tudo sobre: satiagraha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG