Quarenta mil mulheres fazem mamografia em mutirão em SP

SÃO PAULO - No primeiro dia do maior mutirão de mamografia da história do Estado de São Paulo, cerca de 40 mil mulheres fizeram o exame em 324 unidades de atendimento espalhadas por 136 municípios em todas as regiões do Estado, segundo balanço informado neste sábado pela assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde. O mutirão prosseguirá nos próximos dez dias úteis, quando deverá ser completado o atendimento às demais mulheres inscritas, de um total de 138 mil.

Agência Estado |

A mamografia é um exame das mamas feito com baixa dose de raios x, utilizado de forma preventiva para o câncer de mama e também como método diagnóstico, quando já há a suspeita da existência de uma doença. Quanto mais cedo um câncer de mama for detectado, maiores são as chances de cura.

Para participar do mutirão, as mulheres precisavam agendar o atendimento por telefone, ter 40 anos ou mais e pedido médico em mãos, da rede pública ou privada. Na Grande São Paulo foram 104 unidades de atendimento disponíveis. As inscrições foram abertas no início de novembro, mas já foram encerradas.

Após o resultado do exame de mamografia, caso a paciente receba um diagnóstico de anomalia, será encaminhada a centros de referência para tratamento.

As mulheres que tiverem qualquer dúvida sobre o mutirão podem telefonar para a Ouvidoria da Secretaria de Saúde nos telefones 150 (somente para a capital) ou (11) 3066-8359, 3066-8488, 3066-8349 ou 3081-2817 (Grande São Paulo e interior) ou ainda obter informações diretamente nos Departamentos Regionais de Saúde da sua região.

Leia mais sobre: mamografia

    Leia tudo sobre: mamografia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG