Qualidade da água melhora em praias em SP, diz Cetesb

O número de praias impróprias para o banho aumentou no litoral paulista, embora a qualidade das águas tenha melhorado. Boletim mensal de monitoramento das condições dos balneários paulistas, divulgado pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), aponta que entre 15 de novembro e 13 de dezembro 52 dos 155 pontos monitorados pelo órgão estão impróprios para banho, o que corresponde a 33,5% do total.

Agência Estado |

No ano passado, no período de 19 de novembro a 17 de dezembro, 28 pontos se encontravam em condições impróprias (18% do total).

O crescimento do número de pontos impróprios, no entanto, não indica piora na qualidade das águas. A Cetesb informa que até a semana passada, desde o começo do ano, 34,2% do total de pontos monitorados receberam a classificação de próprios para banho. No mesmo período de 2008, a porcentagem de pontos classificados como próprios durante todo o ano era de 25,1%. O porcentual excedeu as expectativas dos técnicos da instituição, que esperavam piora na qualidade das águas em decorrência do aumento do volume de chuvas este ano, uma vez que as chuvas costumam aumentar a quantidade de sujeira e poluentes descarregados no mar.

A Baixada Santista é a zona balneária que concentra o maior número de pontos impróprios para o banho - 34 no total. Apenas as cidades de Praia Grande e Guarujá têm 18 pontos considerados poluídos, 52,9% do total. Outro destaque da região é a cidade de Santos, onde os sete pontos monitorados pela Cetesb estão impróprios. No Guarujá, as únicas praias monitoradas pela instituição onde o banho é aconselhado são a de Pitangueiras e a de Astúrias. Na Praia Grande, apenas os balneários do Canto do Forte e de Boqueirão.

No litoral norte, dezoito pontos estão impróprios para banho. A maior parte deles se concentra nas praias de São Sebastião e Ilhabela. Em Ubatuba e Caraguatatuba, apenas quatro praias apresentam qualidade ruim das águas: Itaguá e Perequê, na primeira cidade, e Cocanha e Indaiá, na segunda. No litoral sul, em Iguape e Ilha Comprida, todas as praias monitoradas receberam sinal verde para o banho.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG