Quadros russos são vendidos por quase US$ 3 milhões em N.York

Nova York, 22 abr (EFE).- Dois importantes quadros russos, um de Ivan Konstantinovich Aivazovsky e outro de Boris Dmitrievich Grigoriev, foram vendidos hoje pela casa de leilões Sothebys, em Nova York, por quase US$ 3 milhões.

EFE |

As obras fazem parte de um leilão centrado na arte russa e que era composto majoritariamente por pinturas e peças de ourivesaria do século XIX.

A pintura de Ivan Konstantinovich Aivazovsky, criada em 1892 e vendida por US$ 1.594.500, é baseado na figura de Cristóvão Colombo e o descobrimento da América. A obra faz parte de uma coleção sobre o mesmo tema que o autor pintou durante vários anos.

Já a obra de Boris Dmitrievich Grigoriev, que ultrapassou também hoje a marca de US$ 1 milhão, foi criada em 1935 como um retrato em forma de presente para o proprietário de um famoso restaurante italiano-francês de Manhattan frequentado por imigrantes russos.

O retrato foi mais tarde dividido por Dmitrievich para criar assim dois quadros diferentes, um com a cara em primeiro plano do proprietário do restaurante e outro deste mesmo fazendo crepes.

Ambas as peças, que fazem parte da mesma pintura, tinham sido avaliadas em cerca de US$ 500 mil, mas acabaram vendidas a US$ 1.258.500. EFE ny/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG