Quadro de Caravaggio é roubado do Museu de Odessa, na Ucrânia

KIEV ¿ O quadro de Caravaggio The Taking of Christ (A Prisão de Cristo, em tradução livre) foi roubado na quarta-feira à noite do Museu de Arte Ocidental e Oriental de Odessa, informou hoje a Polícia desta cidade ucraniana.

EFE |

A descoberta foi feita nesta manhã. O roubo aconteceu entre o fechamento do museu, às 18h de quarta-feira, e às 10h de hoje (hora local), quando a galeria voltava a abrir as portas ao público.

"Os ladrões entraram no museu à noite, após quebrar uma janela no segundo andar do edifício, onde se encontrava o quadro", explicou à agência Unian uma porta-voz da Polícia.

Quadro teve sua autoria comprovada na década de 1950 / Reprodução

A obra, feita sobre óleo, medindo 134 por 172,5 centímentros, foi pintada pelo mestre italiano entre 1573 e 1602, embora algumas fontes o datem no biênio 1598-1599.

A pintura narra a captura de Cristo após a noite de oração no Jardim das Oliveiras e representa as figuras de Jesus e Judas, unidos pelo "beijo da traição", cercados de discípulos e soldados romanos.

No século 19, o quadro foi comprado em Paris pelo embaixador russo na França, A. Bazilevski, que, em 1870, o presenteou ao Grande Príncipe Vladimir Alexandrovich. No início do século 20, foi cedido à Escola de Arte de Odessa e, na década de 1920, após a revolução bolchevique, à Galeria de Arte Antiga, que, mais tarde, recebeu o nome de Museu de Arte Ocidental e Oriental.

Naqueles anos, havia dúvidas de que o quadro fosse uma obra original de Caravaggio, mas, na década de 1950, a crítica de arte moscovita K. Malitskaya corroborou a autoria do mestre italiano.

O quadro, do qual se conhece outra versão na Galeria Nacional da Irlanda, em Dublin, foi restaurado em 2006 por especialistas da capital ucraniana, Kiev.

Leia mais sobre: Caravaggio

    Leia tudo sobre: artes plásticas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG