Quadrilha invade banco, troca tiros e faz reféns em MT

O assalto durou cerca de 40 minutos. Na fuga, o grupo levou três funcionários do banco e vários clientes como reféns

AE |

selo

Cerca de dez homens fortemente armados assaltaram nesta quinta-feira (2) uma agência bancária em Campo Novo do Parecis (396 km de Cuiabá) em Mato Grasso. Eles quebraram as vidraças da agência e tentaram explodir os caixas eletrônicos, que pegaram fogo. O fogo foi controlado e ninguém se feriu. O assalto durou cerca de 40 minutos. Na fuga, o grupo levou três funcionários do banco e vários clientes como reféns.

Quando deixava a agência, o grupo foi cercado por policiais do município. Houve troca de tiros. Durante o tiroteio, o delegado Eder Cley de Santana Leal e um policial foram atingidos. Eles foram atendidos num hospital da cidade, medicados e passam bem.

Segundo informações da polícia, o grupo fugiu levando reféns em duas caminhonetes S10, uma preta e outra prata, seguindo em direção aos municípios de São José do Rio Claro, Nova Mutum e Nova Maringá. Três reféns, funcionários do banco foram liberados por volta das 13 horas.

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso (Sejusp-MT) enviou para o município, homens das Forças da Segurança Pública do Estado: Grupo de Operações Especiais (Goe), Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Judiciária Civil, e Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Polícia Militar.

Por volta das 14 horas, o comandante da PM local, capitão Lutércio Cabral Santos, informou que os últimos reféns tinham sido liberados. Um helicóptero da PM auxiliava nas buscas. Policiais mantêm cerco em uma mata, às margens da MT-235 rodovia que liga Campo Novo a Sapezal, à procura dos assaltantes. O banco não informou a quantia levada.

    Leia tudo sobre: assaltoquadrilha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG