Quadrilha clonava cartões e acendia cigarros com notas de R$ 50

Operação Playboy, que prendeu integrantes do bando, descobriu ainda que eles chegavam a gastar R$ 1 milhão com cartões clonados

Renata Baptista, iG Pernambuco |

Foram presas nesta quarta-feira cinco pessoas acusadas de clonar cartões de crédito em João Pessoa e Recife. As prisões aconteceram nos municípios de Cabedelo e João Pessoa, na operação denominada "Playboy", realizada pelo Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil da Paraíba, Polícia Rodoviária Federal e Ministério Público Estadual.

Divulgação
Lancha apreendida durante a operação da polícia
O delegado do GOE, Jean Francisco Nunes, afirmou que os envolvidos realizavam compras em altos valores -chegando até a R$ 1 milhão - utilizando cartões de crédito clonados. Depois, gastavam o dinheiro em festas e acendiam cigarros com notas de 50 reais.

De acordo com as investigações, os envolvidos conseguiam aumentar o limite dos cartões que eram clonados por meio de um pequeno aparelho instalado nas maquinetas dos estabelecimentos comerciais. Segundo o delegado, a polícia está investigando o envolvimento de proprietários e funcionários de alguns estabelecimentos no esquema.

Com o grupo, foram apreendidos vários cartões clonados, documentos, dois revolveres, aparelhos de ar condicionado, computadores, sete motos, um quadriciclo, dois veículos (um i30 da Hyundai roubado e uma L200, da Mitsubishi).

Os detidos foram encaminhados para a sede do GOE, em João Pessoa, e devem responder pelos crimes de estelionato, receptação, roubo e formação de quadrilha.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG