PV define nomes para disputar governo de SP e Senado

O Partido Verde (PV) fechou o nome do consultor e ex-deputado federal Fabio Feldmann para concorrer ao governo do Estado de São Paulo. Segundo Marco Antonio Mroz, um dos coordenadores da campanha eleitoral da legenda, Feldmann já concordou em disputar a eleição, mas ainda deve formalizar a decisão junto ao partido. Ele tem apenas um pequeno detalhe, de ordem pessoal, para resolver, disse Mroz.

Agência Estado |

O nome do vice foi deixado para um segundo momento, com vistas a uma eventual aliança com outro partido no Estado. Para concorrer ao Senado por São Paulo, há consenso em torno do presidente do Instituto Ethos, Ricardo Young. O partido fecha, assim, uma chapa majoritariamente verde no Estado. "Vamos radicalizar", brincou Mroz. Segundo o coordenador-geral da campanha, Alfredo Sirkis (RJ), Young "tem a simpatia do partido."

Com a chapa em São Paulo praticamente definida, o PV adiciona mais um palanque para a pré-candidata à Presidência da República, senadora Marina Silva (AC). Outras arenas já definidas são o Rio de Janeiro, com o deputado federal Fernando Gabeira; Bahia, com o deputado federal Luiz Bassuma; Pernambuco, com o jornalista Sérgio Xavier; e Minas Gerais, com o deputado federal José Fernando Aparecido.

Entre todos, o Rio de Janeiro é o Estado que tem as negociações mais avançadas, com ex-deputado Márcio Fortes (PSDB) indicado a vice na chapa de Gabeira. Para concorrer ao Senado, contudo, o imbróglio continua. No cenário mais recente, a coligação DEM-PSDB-PPS deve indicar o ex-prefeito do Rio César Maia ou o ex-deputado Marcelo Cerqueira (PPS), enquanto PV correria por fora da coligação com a indicação da vereadora Aspásia Camargo.

Leia mais sobre: Eleições 2010

    Leia tudo sobre: eleições 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG