Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Publicado no D.O. decreto do rodízio de caminhão de SP

O decreto da Prefeitura paulistana assinado pelo prefeito Gilberto Kassab criando na cidade o rodízio de caminhões, o chamado serviço de transporte de carga, foi publicado hoje no Diário Oficial do Município. O rodízio, pelo decreto, entra em vigor a partir do dia 30 de junho e visa melhorar o tráfego de veículos na cidade, reduzindo os congestionamentos diários.

Agência Estado |

O rodízio vai valer de segunda a sexta-feira, das 5 às 21 horas, e aos sábados das 10 às 14 horas e vai atingir uma área chamada de Zona de Máxima Restrição de Circulação (ZMRC), definida em um mapa publicado hoje pela Prefeitura.

Entre as considerações para a implantação do rodízio, a Prefeitura aponta "a necessidade de compatibilizar os fluxos de pedestres, transporte coletivo, cargas, serviços, informações e transporte individual na cidade, em particular na região ao centro expandindo". Salienta também que com a medida o governo municipal busca a necessidade de viabilizar "a melhoria de vida da população, quanto às condições de fluidez e segurança do trânsito, garantindo a continuidade das atividades essenciais da cidade". O transporte de combustíveis ainda operará provisoriamente dentro da área de rodízio, das 5 às 6 horas e também das 20 às 21 horas, num período de 45 dias após o início da eficácia do decreto, no dia 30 de junho.

O decreto municipal também abre algumas exceções, criando horários especiais dentro do rodízio. Das 5 às 16 horas, veículos de obras de serviços de infra-estrutura urbana, concretagem, feiras livres e mudanças têm tráfego permitido. No período das 5 às 12 horas, transporte de produtos alimentícios perecíveis e de produtos perigosos são liberados. No período das 10 às 16 horas, pode ocorrer o transporte de valores, remoção de terra e entulho e prestação de serviços públicos essenciais. A Secretaria Municipal de Transporte também poderá conceder autorizações especiais em casos necessários, quando os veículos deverão ostentar uma placa do órgão municipal, identificando-o como especial.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG