biografia autorizada de García Márquez - Brasil - iG" /

Publicada em Londres primeira biografia autorizada de García Márquez

A primeira biografia autorizada do Nobel de Literatura colombiano, Gabriel García Márquez, A Life, do britânico Gerald Martin, foi publicada nesta segunda-feira em Londres, anunciou a editora Bloomsbury.

AFP |

Segundo a casa editorial, "a primeira biografia" do autor de "Cem anos de solidão", é resultado das entrevistas concedidas durante 15 anos a Martin por García Márquez.

Martin, catedrático da disciplina Línguas Modernas da Universidade de Pittsburgh (EUA) é considerado pelo escritor colombiano como seu biógrafo "oficial", afirmou à AFP a portavoz da editora, Anya Rosenberg.

Para este projeto, o britânico conversou com 300 pessoas: desde familiares do escritor a alguns de seus melhores amigos, como o também escritor colombiano, Alvaro Mutis, passando por líderes políticos, entre eles o cubano Fidel Castro, com quem García Márquez mantém uma longa amizade.

Martin entrevistou também os escritores Carlos Fuentes, do México, e Mario Vargas Llosa, do Peru, além de vários presidentes da Colômbia.

Segundo a Bloomsbury, Martin se esforçou para apresentar em seu livro "a tensão" na vida do romancista "entre a fama e a qualidade literária, entre a política e a literatura, entre o poder, a solidão e o amor".

A biografia explora também "o contraste" entre o Caribe, onde cresceu o autor de "Amor nos tempos do cólera", e o "autoritarismo muito mais sombrio do altiplano bogotano".

Gabriel García Márquez chega aos 81 anos com uma obra prolífica, que além de contos e romances, inclui uma vasta produção jornalística e dezenas de roteiros cinematográficos, todos sobre um universo particular que já se revela em seu primeiro conto: "A Terceira Resignação" (1947).

Segue um inventário das obras do escritor colombiano, prêmio Nobel de Literatura em 1982:

CONTOS

"A Terceira Resignação" (1947)

"La otra costilla de la muerte" (1948)

"Amargura para tres sonámbulos" (1949)

"Diálogo del Espejo" (1949)

"Olhos de Cão Azul" (1974)

"A Mulher que Chegava às Seis" (1950)

"Nabo, el negro que hizo esperar a los ángeles" (1951)

"Alguien desordena estas rosas" (1952)

"Un día después del sábado" (1955)

"Os Funerais da Mamãe Grande" (1962)

"Monólogo de Isabel viendo llover en Macondo" (1969)

"El ahogado más hermoso del mundo" (1972)

"A Incrível e Triste História da Cândida Erêndira e sua Avó Desalmada" (1972)

"Todos los cuentos" (1975)

"El rastro de tu sangre en la nieve" (1981)

"O Verão Feliz da Senhora Forbes" (1982)

ROMANCES

"Folhas Mortas" (Bogotá, 1955)

"Ninguém escreve ao Coronel" (1958)

"Las ocho menos cuarto" (1960)

"Os Funerais da Mamãe Grande" (1962)

"Má Hora: o Veneno da Madrugada", intitulado originalmente "Sin título" (1962)

"Cem Anos de Solidão" (1967)

"O Outono do Patriarca" (1975)

"O Amor nos Tempos do Cólera" (1985)

"O General em seu Labirinto" (1989)

"Doze Contos Peregrinos" (1992)

"Do Amor e Outros Demônios" (1994)

"Notícia de um Seqüestro" (1997)

"Viver para contar" (autobiografia, 2002)

"Memória de minhas putas tristes" (2004)

TRABALHOS JORNALÍSTICOS E OUTROS

"Relato de um Náufrago" (1955)

"Cuando era feliz e indocumentado" (1973)

"Crónicas y reportajes" (1975)

"De viaje por los países socialistas"

"Chile, el golpe y los gringos" (1974)

"Textos Caribenhos" (1981)

"Textos Andinos" (1982)

"Crônica de uma Morte Anunciada" (1982)

"Viva Sandino" (Managua, 1982)

"El asalto: el operativo con el FSLN se lanzó al mundo", (Nicarágua, 1983)

"Erêndira" (roteiro de seu próprio romance), (N.P., Les Films du Triangle, 1983)

"Por la libre" (1995)

"A Aventura de Miguel Littin Clandestino no Chile" (1999)

"Clave Diccionario De Uso Del Español Actual"

ame/al/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG