O PT de São Paulo recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para tentar reaver 18 minutos de inserções da propaganda partidária cassados no rádio e na TV. O partido foi punido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por ter usado a propaganda político-partidária para supostamente defender interesses pessoais e promover a então pré-candidata à prefeitura Marta Suplicy, desvirtuando a finalidade das inserções.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.