PT-SP discutirá sucessão estadual com Ciro Gomes

O grupo de dirigentes de partidos da base aliada do governo federal em São Paulo, liderado pelo PT, finalmente se reunirá com o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) para tratar da sucessão do governo do Estado de São Paulo. O encontro será quarta-feira no diretório do PSB em Brasília, às 9 horas.

Agência Estado |

A reunião tinha sido inicialmente marcada para a quinta-feira passada, mas o parlamentar alegou problemas de agenda.

O deputado federal Márcio França, presidente do PSB paulista, não acredita que Ciro decida já na quarta-feira a respeito do convite feito pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que troque a disputa presidencial pela corrida ao Palácio dos Bandeirantes em outubro. "Ele deve esperar até reunir-se com Lula", afirmou.

Segundo França, Lula e Ciro têm encontro marcado para o dia 15 de março, data que poderá ser antecipada pelas pressões do comando petista. Ontem, durante o 4º Congresso Nacional do PT, dirigentes discutiram a possibilidade de pedir ao presidente Lula um encontro ainda este mês para resolver o impasse.

Edinho Silva, presidente do diretório paulista do PT, diz que na reunião de quarta-feira a legenda vai mostrar apoio ao deputado do PSB. "Queremos mostrar ao Ciro que, se ele se dispuser a concorrer ao governo de São Paulo, vamos oferecer as condições e a segurança política necessárias para isso. Queremos que o deputado tome a decisão que achar melhor", afirmou.

O PT tem pressa em definir um nome para concorrer à sucessão do governador José Serra para aumentar suas chances no pleito estadual. A demora reduz o tempo do partido para promover um eventual candidato junto ao eleitorado. Caso Ciro insista em concorrer à Presidência, o mais cotado para disputar o governo paulista o posto é o senador Aloizio Mercadante (SP), que tem o aval do presidente Lula.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG