PTB acerta filiação de ex-ministros para eleições 2010

Com vistas a 2010, o PTB informou nesta quarta-feira que arregimentou dois ex-ministros para as suas fileiras partidárias. Sob a chancela do presidente da sigla em São Paulo, o deputado estadual Campos Machado, o ex-ministro do Trabalho do governo José Sarney, Almir Pazzianotto, e o ex-ministro da Administração e Infraestrutura do governo Fernando Collor de Mello, João Santana, assinaram na última semana o documento de filiação à legenda.

Agência Estado |

Apesar dos ex-ministros não manifestarem desejo aparente em concorrer a cargo eletivo no pleito do ano que vem, o PTB já costura nos bastidores o destino político dos dois novos filiados, o que inclui o lançamento do nome de ambos à Câmara dos Deputados em 2010. "É uma grande satisfação para nós ter como filiado esse (Pazzianotto) extraordinário ministro", enalteceu Machado, que não poupou também elogios a Santana. "Temos orgulho e honra na filiação dele."

Em nota sobre a filiação, Machado ressaltou que os dois ministros fazem parte de um projeto maior que a disputa por votos nas eleições de 2010. Segundo ele, ambos fortalecem o partido para as eleições de 2012 e 2014, quando a legenda pretende lançar candidatura própria para todos os cargos eletivos. "Deixaremos de entrar como vagão nas eleições e seremos a locomotiva", acredita Campos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG