PT só anuncia candidato para SP na virada do semestre

O presidente estadual do PT, Edinho Silva, afirmou que a executiva do partido aprovou ontem o início do processo de escolha de um nome para concorrer ao governo do estado de São Paulo em 2010, que só deverá ser divulgado na virada do semestre. Segundo ele, também, foi aprovado por unanimidade uma resolução determinando que o PT terá candidatura própria ao pleito, mas ainda não debateu nomes.

Agência Estado |

"O (ex-ministro da Fazenda, Antonio) Palocci é uma liderança forte, e nós temos muita segurança no papel que uma candidatura liderada por ele poderia cumprir. Mas, temos também outras lideranças", afirmou, citando o prefeito de Osasco, Emídio de Souza, o ministro da Educação, Fernando Haddad, a ex-prefeita de São Paulo e ex-ministra Marta Suplicy, o deputado federal Arlindo Chinaglia (ex-presidente da Câmara dos Deputados) e o senador Aloizio Mercadante.

Segundo Silva, o partido vai começar a dialogar com os aliados para apresentar a candidatura própria. "Para que a gente possa construir um campo político que aponte para um projeto alternativo e transformador no estado de São Paulo.

Disse também que o partido vai avaliar a postura do governo (José) Serra em São Paulo. "Na nossa avaliação, o governador poderia estar tendo uma posição mais ofensiva em relação à crise econômica, poderia desonerar algumas cadeias produtivas, oferecendo garantias de emprego", afirmou.

Hoje, o PT realiza a primeira caravana estadual do partido, na cidade de Cubatão, Baixada Santista. Ao todo, serão 19 caravanas pelo Estado. A próxima será na região de Sorocaba. Segundo Silva, o objetivo dos encontros é dialogar com a sociedade sobre a conjuntura política, ouvir propostas em relação à crise e prestar contas dos projetos do governo Lula.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG