PT reafirma apoio a Michel Temer e Tião Viana

BRASÍLIA - Líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (SC) reafirmou nesta quarta-feira que a candidatura de Tião Viana (PT-AC) à presidência do Senado é irreversível, mesmo com a possibilidade do ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) se lançar na disputa. Sarney ainda não declarou à imprensa que tentará a vaga, porém, a informação é confirmada por senadores peemedebistas.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Ideli esteve reunida no início desta tarde com o presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini (SP), e anunciou logo depois do encontro que o partido manterá o apoio a Michel Temer (PMDB-SP), candidato a presidente da Câmara dos Deputados, mesmo com o PMDB cobiçando o comando também do Senado.

Em 2006, quando Arlindo Chinaglia (PT-SP) foi eleito presidente da Câmara com apoio peemedebista, os presidentes dos dois partidos ¿ Berzoini, do PT, e Temer, do PMDB ¿ assinaram um documento no qual ficava condicionado o apoio petista ao concorrente do PMDB na eleição de 2009. A ação do PT será de honrar este acordo, sublinhou Salvatti.

Mais cedo, o PDT também anunciou endosso aos nomes de Michel Temer na Câmara e Tião Viana no Senado. Na Câmara, o peemedebista tem o apoio formal de 13 partidos, somando mais de 400 votos entre os 513 deputados.

No Senado, Tião Viana tem o apoio formal de oito legendas: PT, PDT, Psol, PRB, PSB, PCdoB, PP e PR. Juntos, esses partidos contam 27 senadores. Serão precisos 41 votos entre os 81 senadores para eleger o novo presidente da Casa. Segundo Ideli, como a eleição do novo presidente ocorre em votação secreta, parlamentares do PMDB e DEM poderão trair Sarney e votar em Viana.  Pelas contas da senadora, nos bastidores, 36 senadores confirmaram o voto no petista.

Interlocutores de José Sarney garantem, porém, que 58 votos estão garantidos em favor do ex-presidente. Os cálculos são desacreditados pelos petistas. Se o Sarney tem 60 votos, então o Senado deve ter uns 140 senadores, desdenha Ideli Salvati.

A eleição da Mesa Diretora da Câmara e do Senado será no próximo dia 2.

Leia mais sobre : presidência do Senado 

    Leia tudo sobre: senado eleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG