PT quer conquistar votos do PSDB para eleger Viana

A estratégia do PT para reforçar a candidatura do senador Tião Viana (PT-AC) nesta reta final da campanha se concentrará na conquista dos votos dos senadores do PSDB. Viana informou nesta segunda-feira que está conversando com senadores tucanos e que, na última quinta-feira, telefonou ao governador de São Paulo, José Serra (PSDB), de quem - garante - tem o apoio na disputa contra o senador José Sarney (PMDB-AP) pelo comando do Senado.

Agência Estado |

Terminou na tarde desta segunda-feira uma reunião de Viana com a líder da bancada petista, senadora Ideli Salvatti (SC), e com senador Aloizio Mercadante (SP), que assumirá a liderança do PT no dia 2 de fevereiro.

"O Serra está puxando um movimento muito forte dentro do PSDB pela minha candidatura, e o apoio dele foi decisivo na eleição do Arlindo Chinaglia", disse Viana, referindo-se ao deputado do PT que está concluindo mandato de presidente da Câmara.

Antes da reunião, Mercadante conversou com Sarney por telefone e este lhe informou que a bancada do PMDB se reúne na quarta-feira, quando deverá confirmar o lançamento da candidatura.

Mercadante contou que, no telefonema, se queixou a Sarney do fato de senadores do DEM e do PSDB terem ameaçado, em conversas de bastidor, deixar o PT fora da Mesa Diretora caso Tião Viana perca a eleição para Sarney.

Segundo Mercadante, Sarney concordou com a reclamação e lembrou que a negociação sobre os demais cargos da Mesa é feita pelos líderes partidários, o que inclui o PT.

Logo depois das eleições para a presidência do Senado e da Câmara, que serão realizadas no dia 2 de fevereiro, são eleitos os demais integrantes das Mesas Diretoras das duas casas - seis titulares e quatro suplentes.

Leia também:

Leia mais sobre: eleições no Congresso

    Leia tudo sobre: eleições no congresso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG