PT nega desistir de candidatura de Tião Viana em troca de cargos

BRASÍLIA - A senadora Ideli Salvatti (SC), líder do PT, divulgou nota à imprensa na tarde desta quarta-feira negando a existência de qualquer negociação no sentido de dissuadir Tião Viana (PT-AC) a concorrer à presidência do Senado. A declaração desmente notícias divulgadas nesta quarta-feira de que nomes influentes do partido temem perder postos importantes nas comissões do Senado caso Viana persista em ser candidato.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

A senadora ainda afirma que o PT mantém apoio à candidatura de Tião Viana para presidente do Senado, e que a discussão sobre cargos não é compartilhada pela bancada petista, na medida em que, tanto o regimento interno, quanto a tradição da Casa asseguram a devida proporcionalidade na sua distribuição.

Ideli confirma ter consciência das pressões para distribuição de cargos na Mesa Diretora e nas comissões, mas repudia qualquer negociação destes cargos em troca da candidatura petista.

A divulgação de informações sobre este assunto na imprensa faz parte de um jogo de bastidores para desestabilizar o apoio acertado por senadores de diversos partidos, inclusive da oposição e do próprio PMDB, conclui.

Leia também:

Leia mais sobre: eleições no Congresso

    Leia tudo sobre: eleições no congresso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG