PT faz plano para alavancar em SP candidatura de Dilma

O PT paulista já começa a preencher espaços da agenda da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, nos dias em que ela terá de permanecer em São Paulo para se submeter a sessões de radioterapia. Em função da nova etapa de tratamento do câncer detectado em seu sistema linfático, Dilma terá de passará boa parte das próximas semanas no maior colégio eleitoral do País, governado pelo tucano José Serra, também cotado para disputar o Palácio do Planalto no ano que vem.

Agência Estado |

O PT já marcou para o dia 8 de agosto ato no qual promete reunir cerca de 2 mil pessoas. A ideia é turbinar a pré-campanha da ministra na militância petista, principalmente entre os filiados da Grande São Paulo.

O encontro, que inicialmente está agendado para ocorrer na quadra do Sindicato dos Bancários, reunirá parlamentares, dirigentes partidários, sindicalistas e representantes de movimentos sociais. Também marcará o encerramento das caravanas que o PT realiza desde maio, com o objetivo de mobilizar a militância paulista, tornar o nome de Dilma mais conhecido e fazer um contraponto ao domínio tucano no Estado - desde 1995 o PSDB governa São Paulo.

Para o PT é possível reverter o favoritismo dos tucanos em território paulista. Eles citam as pesquisas de intenção de voto mais recentes como exemplo. Em setembro de 2008, pesquisa CNT/Sensus, mostrava Serra vencendo Dilma - 38,1% contra 8,4%. No levantamento de maio deste ano, o tucano continuou na frente, com 38,8%. Mas Dilma avançou para 22,3%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG