PT fará aliança com PSDB, DEM e PPS em 4 capitais

BRASÍLIA ¿ A cúpula do PT autorizou a aliança com partidos de oposição (PSDB, DEM e PPS) em quatro capitais e outras cidades de médio e grande porte nas eleições municipais deste ano. Apesar da decisão, a aliança não poderá ocorrer em Belo Horizonte, onde já foi decidido o veto. A cúpula petista entende que a coligação fortaleceria a candidatura do governador Aécio Neves (PSDB) para a Presidência da República em 2010.

Rodrigo Ledo ¿ Último Segundo/Santafé Idéias |

A comissão executiva nacional do PT está reunida desde quinta-feira, na sede do partido em Brasília, para decidir sobre os pedidos de aliança com legendas de oposição em municípios estratégicos ¿ capitais e cidades com mais de 200 mil habitantes e com geração de propaganda eleitoral na TV.

As quatro capitais que PT irá se aliar com oposicionistas são Manaus (AM), onde o candidato a vice-prefeito é do PPS; Porto Velho (RO), tendo a candidatura a vice-prefeito do DEM; Aracaju (SE), onde o PSDB faz parte da coligação; e João Pessoa (PB), capital na qual ainda serão definidos os candidatos a prefeito e vice-prefeito mas o PT e o PPS compõem a coligação.

A comissão executiva nacional negou, porém, a solicitação de petistas de Boa Vista (RR) para a aliança com o PSDB, que ocuparia a candidatura a vice-prefeito.

A nossa ótica de avaliação tem sido o resultado que as alianças podem ter no plano nacional, na construção para a eleição de 2010. Foi por isso que não fomos a favor da aliança com o PSDB em Belo Horizonte, mas em outras cidades, como Aracaju, em nenhum momento a aliança foi tratada como questão nacional e pode haver a autorização, afirmou o secretário-geral do PT, deputado federal José Eduardo Cardozo (SP).

Entre as cidades de médio e grande porte, algumas com grande relevância econômica, a executiva nacional petista autorizou a união com oposicionistas em Campinas (SP), onde o DEM compõe a aliança; Volta Redonda (RJ), local onde o DEM emplacou o candidato a vice-prefeito; Contagem (MG), na qual a chapa terá candidato a prefeito do PT e vice do PPS; e Blumenau (SC), chapa montada com o PT com candidato a prefeito e PPS com o vice.

Em Campos (RJ), cidade com economia emergente devido à exploração do petróleo, o PT autorizou um amplo arco de alianças, incluindo PSDB e DEM, para tentar derrotar a forte candidatura da ex-governadora Rosinha Garotinho (PMDB), arquiinimiga dos petistas no estado do Rio de Janeiro.

Leia também:

Leia mais sobre: PT

    Leia tudo sobre: pt

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG