BRASÍLIA (Reuters) - O PT fechará com os partidos aliados um código de conduta para as eleições de outubro nos Estados a fim de evitar que eventuais conflitos locais prejudiquem a campanha da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) à Presidência da República, afirmou neste sábado o presidente da legenda, José Eduardo Dutra. Tal entendimento deve incluir, por exemplo, a presença de Dilma nos palanques de candidatos aos governos estaduais, comentou Dutra.

"Vamos construir coletivamente um acordo de procedimentos e analisar Estado por Estado", disse Dutra a jornalistas durante o congresso nacional do PT.

"Será um acordo de procedimentos que irá se formar a partir da definição das candidaturas dos Estados", acrescentou.

O congresso nacional do PT se encerra neste sábado com o lançamento de Dilma à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

(Reportagem de Fernando Exman)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.