inoportunas - Brasil - iG" /

PT decide que prévias estaduais são inoportunas

O Diretório Nacional do PT, reunido hoje em Brasília, decidiu hoje ser inoportuna e inadequada a realização de prévias nos diretórios estaduais para a definição de candidatos a governador ou senador. A executiva nacional do partido já tinha tomado a mesma posição, ontem.

Agência Estado |

A decisão praticamente enterra o desejo dos diretórios - como o do Mato Grosso, Rio e Pernambuco - de ter um sinal verde da direção da legenda para oficializar a disputa interna.

De acordo com o líder do PT na Câmara dos Deputados, Fernando Ferro (PE), a orientação é que os postulantes a candidatos entrem em acordo e evitem as prévias. "Quanto menos tumulto, melhor. Quem resolver ir para a disputa interna terá de arcar com o custo político disso", avisou. "Houve traumas para o partido todas as vezes em que isso aconteceu", disse. O deputado estadual Alexandre Luís César (MT), membro do diretório nacional, também defende o consenso. "Toda prévia tem um custo financeiro e político."

Os opositores das prévias avaliam que as disputas internas estaduais mostram divisão no partido e prejudicam a candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, a presidente. As prévias são previstas pelo estatuto do partido e o diretório nacional não pode proibi-las, mas o fato de terem sido consideradas "inoportunas" praticamente desautoriza os Estados a fazê-las.

Embates

Isso não significa, contudo, que a disputa nos Estados será resolvida já. Não há consenso para a candidatura ao Senado em pelo menos três diretórios petistas. No Rio, a ex-governadora e atual secretária estadual de Assistência Social, Benedita da Silva, e o prefeito de Nova Iguaçu, Lindberg Farias, disputam a indicação. Benedita tem o apoio do presidente do diretório, Luiz Sérgio.

No Mato Grosso, a briga está entre senadora Serys Slhessarenko e do presidente estadual do PT, deputado federal Carlos Abicalil. Em Pernambuco, o embate ocorre entre o ex-ministro da Saúde Humberto Costa e o ex-prefeito de Recife, João Paulo.

A expectativa é que, definida a questão das prévias, os membros diretórios onde há disputa se reúnam já nos próximos dias para definir os rumos sucessórios. No Rio, o diretório se reúne na segunda-feira. No Mato Grosso, isso deve ocorrerá ainda neste fim de semana.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG