PSol recorre de arquivamento de ações contra Sarney

BRASÍLIA - O PSol registrou nesta segunda-feira, no Conselho de Ética do Senado, um recurso contra o arquivamento da representação registrada pelo partido contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). A representação, arquivada na última quarta-feira, responsabilizava o presidente da Casa pela edição de atos secretos, que foram usados para nomear parentes e aliados de senadores e aumentar rendimento de servidores sem conhecimento público.

Agência Estado |

Na semana passada, o presidente do conselho, senador Paulo Duque (PMDB-RJ), arquivou, porém, as 11 ações que haviam sido apresentadas contra Sarney. Duque também engavetou, na última semana, uma representação contra o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) apresentada pelo PSol.

O partido decidiu, entretanto, não recorrer contra o arquivamento da representação contra Calheiros. "Temos confusão demais. Temos que nos concentrar para ver se acontece alguma coisa. A crise é responsabilidade do presidente José Sarney", justificou José Nery (PA), único senador eleito pelo PSol.

Mais cedo, o PSDB também recorreu contra o arquivamento de três denúncias registradas pelo líder do tucano Arthur Virgílio (AM) contra José Sarney. Na próxima quarta-feira acaba o prazo para apresentação de recurso contra o arquivamento das demais ações apresentadas contra Sarney.

    Leia tudo sobre: psolsarneysenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG