PSOL recorre contra arquivamento de ações sobre Sarney

BRASÍLIA (Reuters) - O PSOL protocolou nesta quinta-feira um recurso ao plenário do Senado a fim de reverter o arquivamento das cinco representações por quebra de decoro parlamentar apresentados contra o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP). A iniciativa, no entanto, pode não prosperar, já que há dúvidas se o regimento da Casa prevê tal medida. O requerimento é de autoria do senador José Nery (PSOL-PA), e foi assinado por outros 10 adversários de Sarney de diversos partidos.

Reuters |

"Isso não existe. Esse é o famoso requerimento igual a cheque sem fundo: bate e volta", ironizou o senador Wellington Salgado (PMDB-MG), aliado do presidente do Senado, em entrevista a jornalistas.

"O senador Nery cria falsas expectativas, passando para a imprensa e para a população que existe recurso, mas não vai ter."

O presidente do Senado é acusado de irregularidades na administração da Casa, edição de atos secretos, empregar pessoas ligadas à sua família e desviar recursos públicos por meio da fundação que leva seu nome. Sarney, que nega as acusações, é considerado um aliado estratégico pelo governo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG