PSDB vai recadastrar filiados em SP para coibir fraude

Sob suspeita de fraude, o PSDB paulistano decidiu fazer um recadastramento dos seus 45 mil filiados na capital. A estimativa é de que mais da metade não seja militante.

Agência Estado |

Hoje, mantêm comunicação com o partido apenas 2.600 filiados. A recontagem foi aprovada, anteontem à noite, em reunião do Diretório Municipal e, para ser implementada de fato, depende de autorização da esfera estadual. O secretário-geral do PSDB paulista, César Gontijo, disse que o recadastramento será liberado sem problemas.

Entre as razões apontadas para o pente-fino na capital estão: eliminar filiações feitas de forma oportunista em períodos de disputas internas e identificar, com precisão, o tamanho do partido para tornar mais eficientes as ações que visam ao crescimento partidário. “É possível que mais da metade dos atuais filiados não se recadastrem porque as filiações atuais foram feitas, em grande parte, em anos de disputas dentro do partido e com o único objetivo de fortalecer candidaturas a cargos na direção partidária”, explica, em nota oficial, o presidente municipal do PSDB, José Henrique Reis Lobo. A previsão é concluir a recontagem em abril. Até lá, as novas filiações ficam suspensas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG