PSDB vai à Justiça para cassar novo governador da Paraíba

O senador Cícero de Lucena Filho (PSDB-PB) impetrou nesta quinta-feira, em nome de seu partido, recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em que pede a cassação do recém-empossado governador da Paraíba, José Maranhão (PMDB), e de seu vice, Luciano Cartaxo Pires (PT). Maranhão foi empossado como governador após a cassação do mandato de Cássio Cunha Lima (PSDB) e de seu vice por abuso de poder econômico e compra de votos nas eleições de 2006. No julgamento, o TSE determinou a posse do segundo colocado no pleito, o senador José Maranhão.

Agência Estado |

No recurso, o PSDB alega que Maranhão também teria incorrido em abuso de poder econômico, uma vez que o suplente que assumiu seu lugar no Senado teria colocado a serviço da campanha "todo o sistema de comunicação que possui". O substituto de Maranhão no Congresso, Roberto Cavalcanti, é proprietário do jornal Correio da Paraíba , da Rede Correio de Televisão e de emissoras de rádio. "Veículos de comunicação com largo alcance e grande audiência em toda Paraíba", sustenta Cícero de Lucena.

O PSDB também acusa a equipe de Maranhão de ter divulgado reportagens desfavoráveis contra o tucano Cássio Cunha Lima, além de noticiário elogioso a favor de Maranhão. Lucena finaliza a ação alegando que a utilização indevida de meios de comunicação constitui abuso de poder, o que justificaria o pedido de cassação. Ainda não há previsão de análise do caso.

Leia mais sobre: José Maranhão

    Leia tudo sobre: josé maranhão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG