PSDB tentará reaver na Justiça mandato de Chalita

Contrariando previsões de lideranças tucanas, a executiva do diretório municipal do PSDB em São Paulo decidiu na noite de ontem reaver na Justiça Eleitoral o mandato do vereador Gabriel Chalita, que ingressou na semana passada no PSB para concorrer ao Senado em 2010. Em encontro a portas fechadas, na capital paulista, os 13 membros da executiva que compareceram à reunião votaram por unanimidade em proposta elaborada pelo presidente municipal, José Henrique Reis Lobo, que reclama a vaga do pessebista na Câmara dos Vereadores.

Agência Estado |

A assessoria jurídica do PSDB trabalha neste momento na preparação do pedido até quinta-feira (8) para impetrá-lo no máximo até sexta-feira (9) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Desde que Chalita anunciou o seu desligamento dos quadros tucanos, correligionários de Lobo asseguravam que o PSDB havia decidido não entrar em uma querela jurídica pelo mandato do pessebista. A estratégia da legenda era evitar que o imbróglio se revertesse em dividendos eleitorais para o PSB em 2010.

Contudo, o partido reavaliou a questão no final da semana passada, devido à saída conturbada de Chalita do PSDB. O vereador ingressou no PSB lançando críticas contra as lideranças tucanas no Estado de São Paulo, com destaque à gestão do governador José Serra na área da Educação.

De acordo com Reis Lobo, o tom da reunião de ontem era de inquietação quanto a saída ruidosa de Chalita. Antes da votação da proposta sobre a retomada do mandato, membros da executiva teceram comentários sobre a saída do vereador, desaprovando e considerando sua conduta deselegante e desleal. "A maneira como ele deixou o partido e as críticas que fez a Serra levaram a sigla a requerer a vaga", justificou Lobo.

O pedido do PSDB exigindo a vaga de Chalita irá se sustentar em determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), datada de 2007, reconhecendo que o mandato político é do partido pelo qual o candidato foi eleito, e não do ocupante do cargo. Chalita informou por meio de sua assessoria que apenas se pronunciará sobre o episódio quando for notificado pelo PSDB sobre a decisão.

Suplente

O presidente municipal do PSDB antecipou que a assessoria jurídica do partido estuda entrar, na próxima semana, com mais um pedido no TSE pela vaga de Gabriel Chalita na Câmara dos Vereadores. A nova ação será movida em nome de Aníbal de Freitas Filho, o primeiro suplente do PSDB no Legislativo municipal.

"Conversei na manhã de hoje com Aníbal e estamos tratando sobre a questão", afirmou Lobo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG