demissionários da Receita Federal para depor em comissão da Câmara dos Deputados. Doze dirigentes do órgão pediram demissão na última segunda-feira em protesto à saída da ex-secretária da Receita Federal, Lina Vieira, e outros integrantes de sua equipe." / demissionários da Receita Federal para depor em comissão da Câmara dos Deputados. Doze dirigentes do órgão pediram demissão na última segunda-feira em protesto à saída da ex-secretária da Receita Federal, Lina Vieira, e outros integrantes de sua equipe." /

PSDB quer convocar Mantega e demissionários da Receita

O PSDB quer convocar o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/08/25/mudanca+na+receita+provoca+rebeliao+de+aliados+a+lina+8076918.html target=_topdemissionários da Receita Federal para depor em comissão da Câmara dos Deputados. Doze dirigentes do órgão pediram demissão na última segunda-feira em protesto à saída da ex-secretária da Receita Federal, Lina Vieira, e outros integrantes de sua equipe.

Sarah Barros, repórter em Brasília |

  • Leia a íntegra da carta enviada pelos demissionários da Receita
  • Eleitores mandam recado para o Senado. Envie a sua mensagem!

  • AE
    alt
    ao Ministério da Fazenda" src="http://publicador06.brti.com.br/publicador/bancoimagem/resizeimagem?codimg=6117381&maxDim=250" proporcao="0.6666666666666666"

    Mantega é fotografado ao chegar
    ao Ministério da Fazenda

    O pedido será feito por meio de requerimento do deputado Vanderlei Macris (SP), na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Casa.

    Segundo o deputado, os demissionários alegam que a mudança no comando da Receita Federal foi motivada por ações contra grandes contribuintes, o que teria desagradado o governo.

    O pedido de convocação deve ser apresentado em reunião da comissão nesta quarta-feira.

    A demissão de Lina ocorreu após movimentação da Receita Federal contra a alteração no regime contábil da Petrobras. Declarações de Lina sobre um suposto encontro com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, para agilizar investigação em empresas de filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AM), também acirraram os ânimos no órgão. O governo tem negado que as demissões tenham relação direta com os dois episódios.

    Leia também:

    Leia mais sobre: Receita

      Leia tudo sobre: receita

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG