PSDB protocola convite para Lina Vieira voltar a falar no Senado

BRASÍLIA - O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), protolocou no início da tarde desta terça-feira um requerimento na Comissão de Constituição e Justiça da Casa convidando a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira a prestar esclarecimentos sobre as provas que confirmariam o encontro dela com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef.

Camila Campanerut, repórter em Brasília |

Devido ao surgimento de novas e irrefutáveis provas é imprescindível a presença da senhora Lina Vieira na CCJ para apresentar todas as evidências que não tinham sido demonstradas na última reunião em que a ex-secretária esteve presente, disse o senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), autor do requerimento, no documento apresentado hoje.

Para o senador tucano, o fato de Lina Vieira ter encontrado a agenda pessoal e um CD-ROM com os emails trocados por ela durante os 11 meses em que comandou o fisco pode esclarecer quem está falando a verdade. A divulgação da descoberta foi publicada na edição de 17 de outubro da revista Veja.  

Virgílio alega que os documentos encontrados pela ex-secretária podem servir como provas de que o encontro no dia 9 de outubro do ano passado teve como assunto o pedido da ministra para que Lina agilizasse o processo que envolvia a família do presidente do Senado, José Sarney.

Lina Vieira prestou esclarecimentos no Senado em agosto, mas a ausência de provas enfraqueceu sua versão e deu à base aliada argumentos para classificar a denúncia da ex-servidora como invencionice, uma vez que especula-se que a saída dela da Receita se deveu a razões políticas. 

(com informações da Agência Brasil)

Leia mais sobre Lina Vieira

    Leia tudo sobre: dilmadilma roussefdilma roussefflina maria vieira

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG