PSDB lança gibi sobre programas sociais em Natal

O PSDB irá lançar uma história em quadrinhos sobre proteção social no seminário regional do partido neste sábado, em Natal, no Rio Grande do Norte. O gibi, intitulado Vila Brasil, tem o objetivo de reforçar a tese defendida pelo PSDB de que o Bolsa-Família teve origem nos programas sociais criados durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.

Agência Estado |

E a estratégia será uma das principais plataformas da legenda nas eleições presidenciais do ano que vem.

"O Bolsa-Família, na verdade, foi uma somatória dos programas criados pelo Fernando Henrique, que o Lula apenas consolidou e ampliou", diz o deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN), responsável pelos textos do gibi. Segundo Marinho, a ideia é lançar mais quatro edições do Vila Brasil que também deverão remeter a ações de FHC, como o Plano Real. "Nós queremos resgatar essa história que muita gente não sabe", disse o deputado.

Essa iniciativa ocorre paralelamente aos esforços que o governador de São Paulo e presidenciável do PSDB, José Serra, vem empreendendo para conquistar o eleitorado nordestino no pleito do ano que vem. O PSDB perdeu para o PT em todos os Estados da região nas duas últimas eleições presidenciais, quando o candidato petista foi o atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para os tucanos, a principal fonte de popularidade de Lula no Nordeste é justamente o Bolsa-Família.

Para tentar reverter esse quadro, Serra já visitou a região diversas vezes neste ano e tem tentado fortalecer sua imagem com o eleitorado nordestino. Além disso, a estratégia do PSDB visa vincular o Bolsa-Família com os programas sociais criados no governo FHC, tática adotada desde as últimas eleições presidenciais e que é reforçada pela história em quadrinhos Vila Brasil.

Como parte desse esforço, Serra estará presente no encontro regional do partido em Natal, quando o gibi será lançado. Na ocasião, deverão ser discutidas as diretrizes da sigla em relação à educação e inclusão social. O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), que também vem sendo cotado para a cabeça de chapa tucana nas eleições à sucessão de Lula, também estará presente, assim como parlamentares do PSDB e líderes do DEM e do PPS.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG