Cerca de 335 mil alunos da rede municipal de ensino participarão da terceira edição da Prova São Paulo amanhã e quarta-feira. Os alunos terão três horas para responder aos exames de português e matemática.

De acordo com a Secretaria municipal da Educação, o exame será aplicado pelos próprios professores das escolas. Alunos com Necessidades Educacionais Especiais (NEEs) farão as mesmas provas dos demais estudantes. O material, porém, será adaptado para eles, que contarão com aplicadores especiais (ledor ou escriba).

São avaliados todos os anos estudantes dos 2º e 4º anos dos Ciclos 1 e 2. Os alunos que em 2008 estavam nestas etapas de ensino, em 2009 são avaliados apenas por amostragem (3º ano do Ciclo 1I e 1º e 3º anos do Ciclo 2). Além deles, participam da avaliação todos os alunos matriculados nos 3º e 4º anos do Programa Intensivo do Ciclo 1 (PIC).

A avaliação será aplicada também aos alunos do 1º ano do Ciclo 2 que tiveram desempenho igual ou menor a 150 na escala de proficiência em Português, na avaliação do ano passado. Em 2008, excepcionalmente, os alunos do 4º ano do Ciclo 2 foram avaliados por amostragem. Neste ano, todos farão a prova.

Esta edição da prova é composta por questões de múltipla escolha de português e matemática. Como os resultados são nominais, será possível avaliar o progresso de cada estudante da rede. Assim como em 2008, os critérios de elaboração da prova obedecerão novamente à escala do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

As provas são elaboradas por educadores da própria secretaria, juntamente com a empresa contratada pela Prefeitura da cidade. Os resultados serão encaminhados para as Diretorias Regionais de Educação (DREs) e para as escolas da rede.

Ainda segundo a pasta, a Prova São Paulo será referência para o planejamento escolar de 2010, aferindo o que crianças e jovens aprendem individualmente, em cada nível de escolaridade. Um dos diferenciais da prova é permitir que a escola saiba como está o desempenho de cada um de seus alunos, nominalmente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.