O delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz, que ganhou notoriedade nacional com a Operação Satiagraha, foi punido com suspensão de dois dias pela Corregedoria da PF. Protógenes teria cometido uma transgressão disciplinar ao publicar em seu blog que o motivo de seu afastamento da Satiagraha seria beneficiar o banqueiro Daniel Dantas, dono do Opportunity e alvo da operação.

Na verdade Protógenes, que se filiou no ano passado ao PC do B para concorrer às eleições de outubro, foi afastado por uma série de irregularidades na condução da operação, entre elas a utilização de agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) em procedimentos que cabiam unicamente à PF e vazamento de informações. Ele foi substituído pelo delegado Ricardo Saadi, especialista em crimes financeiros.

O próprio Protógenes se encarregou de divulgar a suspensão em mensagens pessoais por meio do Twitter e em seu blog. Enquanto Daniel Dantas passou o fim de ano relaxando em alguma praia paradisíaca, com direito a suspensão de seu processo pelo STJ, o delegado Protógenes recebe uma suspensão por causa do seu blog, comentou o delegado.

No dia 21 de dezembro o Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu a condenação de Dantas a 10 anos de prisão por corrupção ativa imposta pelo juiz Fausto de Sanctis e também o processo principal da Satiagraha, no qual o banqueiro é acusado por crimes financeiros e evasão de divisas.

Leia mais sobre: Protógenes Queiroz

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.