Protesto de fretados causa lentidão em São Paulo

SÃO PAULO - Cerca de cem vans usadas para o transporte de passageiros realizaram um protesto, na manhã desta segunda-feira, contra a restrição imposta pela Prefeitura de São Paulo à circulação de veículos fretados. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), as vans se concentraram por volta das 7h na praça Heróis da FEB (Força Expedicionária Brasileira), no bairro de Santana, zona norte de São Paulo. Depois, saíram em carreata em direção à zona sul.

Redação |

Conforme a CET, a manifestação causou um congestionamento de 21 km na pista expressa da Marginal Tietê, no sentido Castello Branco, às 9h. Após passar pelas avenidas Dr. Chucri Zaidan e Luís Carlos Berrini, os veículos voltaram à praça Heróis da FEB e não bloqueavam mais vias no início da tarde.

A cidade de São Paulo registrou, às 12h, 28 km de lentidão, o que representa 3,3% dos 835 km monitorados.

O pior ponto é na pista expressa da Marginal Tietê, sentido Ayrton Senna, onde o congestionamento vai do Cebolão até a rodovia dos Bandeirantes.

Restrição polêmica

AE

Usuários e funcionários de fretados em manifestação na semana passada

No dia 27 de julho, entrou em vigor na capital paulista uma determinação da Prefeitura que impede a circulação de ônibus fretados em uma área de 70m², incluindo as avenidas Brigadeiro Faria Lima e Paulista. Segundo a Secretaria de Transportes, o objetivo da medida é retirar cerca de 650 ônibus do centro e, assim, melhorar a fluidez do trânsito.

Nos dois primeiros dias da restrição, passageiros de fretados realizaram protestos e chegaram a bloquear importantes vias da capital, como a Marginal Pinheiros.

Após protestos, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) voltou atrás e liberou o tráfego na avenida Luis Carlos Berrini.

O Sindicato das empresas do setor entrou na Justiça contra a decisão e, na sexta-feira, a juíza Simone Gomes Rodrigues Casoretti, da 9ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, deferiu a decisão liberando a circulação. No entanto, no mesmo dia, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, desembargador Roberto Antônio Vallim Bellocchi, cassou a liminar.

Leia também

Leia mais sobre ônibus fretados

    Leia tudo sobre: protestorestriçõesônibus fretados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG