Uma manifestação promovida por cerca de cem estudantes contra o aumento da passagem de ônibus de R$ 1,90 para R$ 2,20 e pelo passe livre terminou hoje em confronto com a Polícia Militar (PM) nas proximidades do Colégio Estadual do Paraná, em Curitiba. Quatro jovens foram encaminhados ao 1º Distrito Policial (DP) e outros três à Delegacia do Adolescente, para serem ouvidos.

Pelo menos três pessoas tiveram ferimentos, entre elas um policial.

Uma testemunha que preferiu não se identificar disse que a manifestação começou de forma pacífica, até um pequeno grupo invadir a rua. A polícia foi chamada por motoristas que ficaram impedidos de circular. Segundo estudantes que participavam do protesto, os policiais teriam iniciado a violência. "A polícia, numa maneira de dispensar o povo, desceu a borracha", afirmou o integrante da União Paranaense de Estudantes, Tiago Douglas da Silva, a uma emissora de rádio.

Em uma nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que a PM deve instaurar um Inquérito Policial Militar para apurar os fatos e definir as responsabilidades. "As primeiras informações dão conta de que o tumulto teria sido causado por sete jovens - quatro deles maiores de idade - que brigavam durante o protesto", afirmou a secretaria, no comunicado. Possíveis imagens do confronto também serão requisitadas pela Polícia Civil para apurar as responsabilidades e se houve abuso dos policiais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.