A promotoria de Los Angeles (Califórnia) confirmou nesta segunda-feira que vai apresentar um pedido de extradição do cineasta Roman Polanski, depois que ele foi detido na Suíça por uma acusação de abuso sexual de menor há 30 anos.

"Prepararemos um pedido de extradição, será enviado à justiça e ao Departamento de Estado, e dpois irá para os canais diplomáticos", indicou a porta-voz da promotoria do condado de Los Angeles, Sandi Gibbons.

Gibbons não confirmou quando será apresentado o pedido, que as autoridades têem 40 dias para preparar, segundo explicou.

rcw/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.