SÃO PAULO - O projeto substitutivo que regulamenta a circulação dos ônibus fretados na cidade de São Paulo deve ser votado na Câmara Municipal, na tarde desta quarta-feira. Desde o dia 27 de julho entrou em vigor na capital paulista a Zona de Máxima Restrição de Fretamento (ZMRF), que abrange uma área de 70 km².

De acordo com a assessoria do vereador José Police Neto (PSDB), líder do governo na Câmara, entre as mudanças previstas está que os ônibus de fretamento eventuais, como os utilizados para turismo, terão autorização anual para circular dentro da área de restrição.

AE

Usuários de fretados na Avenida dos Bandeirantes, na zona sul de São Paulo

O site da Secretaria de Transportes já explica sobre as novas formas de requerimento da autorização, que devem ser feitas protocolando um documento emitido pela empresa nos últimos 90 dias que comprove sua atividade turística.

Enquanto a empresa não receber a autorização anual, deverá continuar solicitando caso a caso as autorizações pela Internet, como prevê o texto original. De acordo com ele, toda vez que o ônibus de turismo fosse circular na área de restrição teria que informar o Departamento de Transporte Público (DTP) sobre o trajeto a ser realizado.

Outra mudança que deve ser incluída é a criação de um comitê com representantes do Executivo, usuários de fretados e empresas para trabalhar junto à Secretaria de Transportes.

Um dos pontos mais polêmicos do projeto, que é a exclusão de eventuais vias da zona de restrição, não pode ser alterado pelos vereadores. A ZMRF só pode ser modificada por portarias da Secretaria Municipal dos Transportes (SMT) e esse é um dos pontos que o líder do PT na Câmara, vereador João Antônio, quer mudar.

"O fato de deixar em bolsão não resolve o problema, não facilita a vida do usuário. O que propomos é a flexibilização da área máxima de restrição com rotas alternativas tecnicamente estudadas", afirmou.

Police Neto argumentou que, assim como o governo recuou em relação à restrição na avenida Luís Carlos Berrini , também pode flexibilizar o tráfego na avenida Brigadeiro Faria Lima.

Leia também

Leia mais sobre ônibus fretados

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.