Projeto social leva inclusão digital a comunidades isoladas do Pará

BELÉM - Levar a inclusão digital a 31 comunidades ribeirinhas e rurais do Pará sem deixar de lado a cultura local é o objetivo da Rede Mocoronga, que atua nos municípios de Santarém e Belterra. Segundo o coordenador do projeto, Fábio Pena, a rede estimula a inclusão digital dos jovens por meio de atividades de comunicação como produção de jornais e programas de rádio e televisão comunitários.

Agência Brasil |

O apelo do mundo moderno também chega para os jovens ribeirinhos, que estão cada vez mais pressionados a esquecer sua cultura tradicional, disse Pena, durante a 7ª Oficina para Inclusão Digital, realizada em Belém (PA). Segundo ele, apesar de 47% da população dessas comunidades ser composta por jovens, apenas 7,5% têm acesso ao ensino médio.

A Rede Mocoronga, que é ligada à organização não-governamental Saúde e Alegria, dispõe de seis telecentros equipados com computadores que utilizam softwares livres e conexão com a internet. Segundo o coordenador, a promoção da inclusão digital em comunidades isoladas tem especificidades como o uso de energia solar e equipamentos que consomem pouca energia elétrica. Em alguns casos, é preciso duplicar o sinal da internet sem fio para possibilitar que comunidades isoladas possam acessar a rede.

Pena destacou que a inclusão digital nessas regiões é fundamental para evitar que os jovem deixem suas comunidades e também para garantir o acesso a outros direitos como saúde e educação. O jovem ribeirinho valoriza muito a identidade cultural de sua comunidade, mas está do lado do rio olhando aquela luzinha lá do outro lado que o chama para ter acesso às coisas que ele não tem acesso, disse.

O coordenador explicou que o nome do projeto faz uma brincadeira com a palavra mocorongo, que denomina quem é nascido na cidade de Santarém, mas em muitos lugares significa pessoa com pouco conhecimento. Nós somos mocorongos, mas não somos bobos, disse.

O caso da Rede Mocoronga foi o primeiro dos cinco a serem apresentados durante a 7ª Oficina para Inclusão Digital, que vai até a próxima sexta-feira (7). O público vai eleger a melhor iniciativa , que vai representar o Brasil no intercâmbio de experiências de Inclusão Digital entre a África do Sul e a Índia (Ibas), que será realizado no ano que vem.

Leia mais sobre: inclusão digital

    Leia tudo sobre: inclusão digital

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG