BRASÍLIA ¿ O Senado Federal aprovou na noite desta quarta-feira o projeto de lei que unifica o número de cinco documentos: CPF, RG, passaporte e carteiras de habilitação e de trabalho. O PL segue agora para sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A proposta, de autoria do deputado Celso Russomano (PP-SP), também obriga que o RG contenha o tipo e o fator sanguíneo do titular. No caso de portadores de deficiência física que tiverem interesse poderão colocar no documento um carimbo da autoridade de saúde comprovando a deficiência.

O senador Almeida Lima (PMDB-SE), relator do texto na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), argumentou que o uso do número único poderá dificultar fraudes e desburocratizar o sistema de identificação.

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.